Skip to main content

Posts

Showing posts from December, 2008

Seja Você Mesmo e o Resto Você Sabe Né

Eu não quero mais ser o certo, aprendi a ser errado e isso me inspira e me faz ser bem pior do que eu imaginava.

O que? Tá com medo? de quê? de mim?
Vai se catar né.

Desculpa ai por eu ser o cara errado na hora certa ou o cara certo na hora errada. Meu amigo presta bastante atenção: somos nós que fazemos acontecer, e se você quiser que a hora seja agora ela será porque tudo depende apenas de um telefonema.

-- Oi, você tá bem? Saudades...
-- Tá e eu acredito em papai noel. Putz... o pior é que eu acredito mesmo!

Eu não entendo como as pessoas podem deixar de ser tão práticas.

Vamos lá, tudo bem, estou falando de mim. Eu sou o cara super sincero e não estou mesmo dizendo que isso seja uma coisa boa, sinceridade demais às vezes é sinal de falta de educação.

Eu não consigo me segurar, flui naturalmente. Não importa se estou bêbado, sóbrio, triste, feliz... eu sou eu. Tudo bem confesso, meus amigos dizem que a única hora que eu deixo de ser eu mesmo é quando eu estou apaixonado, fico um porre. Nis…

Vermelhinho

Você não faz questão de ser alguém que não é
Vomita imperfeições e idéias originais
Fica vermelho o tempo inteiro
Fala coisas sem noção
Parece um jovem louco que vive impulsivamente.

Não quer viver a vida de ninguém
Não quer estar aonde ninguém está
Se confunde em seus próprios pensamentos
Fingi que não sabe mas é curioso
Você verdadeiramente é você.

Se acha ridículo, imperfeito
Tem um olhar doce, profundo
És sério, inconseqüente
Apenas aguarda o momento de ganhar o mundo.

Um sorriso, um momento
Desabrocha flor, não se feche
Há muito mais coisas no mundo para enxergar ainda
E eu espero viver o suficiente para mostrá-las a você.

Não tenhas medo... vim te salvar.

O Que eu Quero no Meu Espaço?

Eu não perco meu tempo não gostando de alguém,
Ou eu gosto, ou eu tenho um sentimento de indiferença.
Quando não se gosta de alguém
Preenche ainda um espaço no seu coração
A indiferença te deixa um espaço livre para perder tempo com pessoas que realmente vale a pena.

Chega a ser engraçado o quanto as pessoas temem por um surto meu
Eu não faria isso, mas me dá vontade de rir
Não tenham medo quando eu falar e gritar e querer fazer
Tenham medo quando eu silenciar e ficar a observar o nada
É quando eu tenho medo de mim

Existem milhões de coisas escondidas no horizonte
Coisas que ninguém vê porque ninguém presta atenção em nada
Existem milhões de coisas acontecendo a cada segundo
Mas ninguém vê, tá todo mundo muito ocupado

Não perca tempo, esse segundo já foi e não mais voltará.

Inveja: Meu alimento da alma

Inveja é um sentimento muito interessante denominados por alguns como um sentimento muito ruim. Ando analisando fatos, refazendo cenas, colando pedaços de um quebra-cabeça que não mais será igual como antes. Ando me perguntando:

Já viu alguém invejar o feio?
Já viu alguém invejar o fraco?
Já viu alguém invejar o ridículo?

A inveja se tornou um alimento pra minha alma porque assim tenho a certeza de que eu não sou tão idiota, ou tão feio ou mesmo ridículo.

Por favor falem mal, falem bem mas falem de mim. Eu nem comecei a agir... haha

o Pizza como pizza

Quem vai lavar a louça?
Quem lavará a roupa suja?
Quem me trará de volta pra mim?
Quem erguerá primeiro a bandeira branca?
Quem está ai do outro lado?
Quem? Quem? Quem?

Assistindo a alguns velhos vídeos fico pensando como encontrar uma solução para fazer tudo voltar ao que era antes, o Pizza como pizza, o Bambino como Bambino e o PoP como PoP. Já me cansei de tantas palavras, de tantas coisas...
Estou cansado de estar cansado. Você não?
É hora de fazer tanta coisa que eu respiro e tento continuar me movendo. Fico me perguntando pra onde estou indo, ás vezes parece que tudo perdeu o sentido, todos perderam a essência.
Tenho a certeza de que todos são grandinhos o suficiente para encarar as coisas de frente, sem frescura. Todos sabem quem é vítima e quem é culpado em tudo que acontece, não há necessidade de palavras, não há necessidade de nada.

Escrevo porque tenho a necessidade de me expressar de alguma forma, porque a partir de agora eu prometi a mim mesmo não mais fingir ser o que eu não sou. …

Um Novo Dia

Um novo dia que nasce, eu acordo e então eu sou eu
Faço prece, tomo banho, canto baixo e eu grito valeu
Eu sempre soube, já sabia, só fazia não tentar
Obrigado, obrigado
Tudo volta ao seu lugar.

Clayton PoP está de volta
Não como antes, mas aqui.

O texto muda, as palavras mudam
O sentido muda, tudo bem, simples assim.

Quem me dera, O que fora, Bem seria já se foi
Eu ainda sou o mesmo cara por quem você não se apaixonou.

Alguém mais que perfeito

Existe alguém que dorme ao meu lado
E este alguém não é você
Existe alguém que tenta me fazer rir
E este alguém não é você
Existe alguém que se declara o tempo inteiro
Mas... você sabe, não é você.

Você, você, você
Sai de mim PORRA
Sai daqui CARALHO
Me devolve pra mim mesmo
Porque eu já nem sei mais quem eu sou.

Tô perdido,
Esqueci do que sei
Não quero saber do que não sei
Não tenho tempo
Não tenho, não tenho
Não sei.

Existe alguém mais que perfeito
Mas a perfeição não é você.
Me apaixonei pelos seus defeitos
E isso parece não sair de mim.

Existe alguém tentando ocupar o lugar que eu reservei pra você.
E esse alguém vai se fuder.

Reconhecendo-te

Tive que reconstituir as cenas
Refazer algumas
Que puta que pariu viu

Me senti como se tivesse que reconhecer o assassino, a vítima
Eu estava no mesmo lugar, com tudo no mesmo lugar... mas você não estava lá

Não tô com cabeça pra pensar em nada
Prova, prova, prova
Caralho, caralho, caralho

Não quero nada
Nem sei o que eu quero
Puxa vida, puta vida
Pensei que eu já tinha superado tudo isso,
Pensei que isso já tinha acabado.

Percebo que não, eu ainda tô caindo.

Me segura?

Fantasma da Minha Vida

É estranho te ver sorrir como se o pesadelo tivesse acabado
ás vezes parece que o meu começou agora
Muito engraçado né...

Não te culpo por nada mas, também cansei de me culpar

Cansei de tentar voltar atrás procurando motivos para entender tudo isso.

Não foi mal... foi péssimo.

Talvez ainda seja, talvez sempre será, o que eu posso fazer nesse momento?
Chorar? Gritar?

Eu sei que você continuará fingindo que não houve nada

Continuará assim, gritando calado.
Continue mesmo, talvez um dia você consiga o que quer... me matar!