Skip to main content

Posts

Showing posts from April, 2009

Entendeu, Entendi, Entendo.

Não há mais graça em escrever para olhares desatentos, apressados e não sábios o suficiente para entender qualquer coisa. Não há forças em mim para ficar em um jogo qualquer.

Entendeu, entendi, entendo. Não há muito o que declarar, o silêncio dominou tudo, você simplesmente jogou fora o que conquistou.

Noites de farra, dias de confissões, momentos delicados e nossa felicidade sem fim. Tudo isso, nada mais. Estou em uma completa angústia aqui dentro procurando motivos em minha mente para não te odiar.

Sim, estou magoado. Não, eu não sou hipócrita. Você não pode mudar isso, não mais.

Não pertenço a mais nada aqui.

To indo em outra direção agora.

Espelho de Mim

Gosto do que meus olhos vêem, mas não estou ao certo se gosto do que eles ouvem ou mesmo do que seus olhos me dizem.
Você está vazio?
Parece estar preenchido do nada que te faz conscientemente se enganar e fazer você se sentir melhor com o enrolar das palavras que você profere, das palavras que são proferidas a você.

Sei que mesmo adepto ao “Deus deu a vida para cada um cuidar da sua.”, você se enrola e desenvolve sua vida partindo apenas do pressuposto de que você quer sobreviver... vivendo.

Não me sinto bem enganando as pessoas, me sinto pior ainda quando eu tento me enganar. Será que a consciência pesa? Nem sinto mais nada, nem sinto mais você, nem sinto mais a mim mesmo.

Ainda sei que uma hora dessas eu não conseguirei mais dividir meu tempo entre trabalho, namorada, faculdade, amante, eu... são muitas coisas para uma pessoa só. Muitas mentiras para ter que lembrar, atuar, acontecer e chorar por tudo ser assim, tão vazio... como eu.

Não consigo acreditar que entre os tantos “eus” que …