Skip to main content

Posts

Showing posts from December, 2010

Um dia alguém me disse...

Um dia alguém me disse que quando eu crescesse poderia fazer o que eu quisesse, ser quem eu quisesse, viver o que eu quisesse. E isso foi legal, até o dia em que cheguei em casa e disse que não queria fazer faculdade e nem me casar, disse também que tinha beijado um menino e que pretendia viajar o mundo.

Tolices aborrecentes acontecem o tempo todo, mas percebi que chegar a maioridade não era algo tão bom assim. Todas os machucados que o mundo me proporcionou foram fundamentais para eu me tornar o homem que sou, todas as feridas que ainda se cicatrizam foram abertas pela necessidade de vivenciar o novo.

São 21:23hs, estou próximo ao novo, momento em que a esperança se renova e a vontade de viver se multiplica e tudo que se deseja é amar, amar e amar. Eu amo! Amo meu chulé, minha cara de safado, amo até ser às vezes maltratado e amo à todos que encontram-se ao meu redor. Mas eu amo muito mesmo, amo exageradamente o passado, amo temer o futuro errado e amo fazer falta nos braços de quem u…