Skip to main content

Posts

Showing posts from January, 2011

Apenas Sonho, Apenas Me Permito Sonhar

Deveria estar em algum momento de êxtase e com a imaginação mais aguçada do que nunca, pois foi desta forma que deixei você entrar em meus sonhos e me abraçar. Nada está acabado, nada começou.
Perdi as palavras e frases feitas que aprendi com os filósofos e com os mantras que vinha estudando. Tudo isso me instiga. Quem é você? Quem é você que corre para os meus braços e que faz tudo parecer tão fácil. Quem é você que lê minha mente e me faz querer ser nada mais que diferente. Quem é você que me faz desejar a junção dos planetas. Quem definitivamente é você?
Eu me esforço para lembrar de não esquecer do seu sorriso, da gargalhada gostosa que imaginei do outro lado da vida. Pudera tudo ser fácil como em minha imaginação. 
Viajei, viajo, viajarei...
Entre as cartas do baralho, pelos planetas inimagináveis, pelo céu azul anil, pela floresta desencantada, pelo olhar misterioso, por mim... por você. Sem regras, sem promessas, só amor. Apenas sonho, apenas me permito sonhar.


Desejo

Um belo dia resolvi dormir mais cedo e quando acordei me dei conta que eu estava casado. Não sei dizer em qual parte da noite eu disse sim ou resolvi fazer o pedido, mas ao acordar vi que isso não era mentira. Uma cigana leu a minha mão e disse que tudo estava sendo preparado, eu logo apressado até pensei em comprar alianças quando me dei conta de que havia fugido da realidade.
Fugir é uma coisa que todo mundo sabe fazer. Particularmente não sou muito fã da fuga, pelo menos não mais, percebi que adiar o problema é estar bem longe de resolvê-lo. Tudo em tese é muito mais fácil, porém não há como enganar ninguém com atitudes que demonstram o que o seu eu realmente precisa. Pequenos gestos fazem muita diferença.
Estar visceralmente apaixonado e ser correspondido é o desejo de muitos, mas também para muitos isso é apenas um desejo.
Hoje apenas desejo compartilhar o meu, tenho o "desejo irresistível de ser irresistivelmente desejado" e amado, e compreendido e tantas outras coisas ma…

De Volta Pra Mim

O som está alto, mal consigo ouvir meus pensamentos, tento apenas esvaziar a mente. Nao sei, sinto que algo em mim mudou desde o último ano, este que se foi em exatas 15 horas 43 minutos e 15 segundos. Uma satisfação de dever cumprido tomou conta de mim e eu simplesmente mudei.

Acontece que eu realmente não sei dizer o que aconteceu. O som da música que toca alto, Waltz in a mirror de Chopin me torna vivo, centrado, viajante. Porém, não me lembro em que momento a mesma veio parar no meu Ipod. Eu mesmo me dei a oportunidade de mudar as coisas que eu pude e quis que fossem mudadas.

Começo por encaixotar a minha vida, que em uma conta de escala baixa cabe em apenas 4 caixas. Livros, cds, dvds, cartas, roteiros, produções... tudo coube, tudo meu. Não é que eu não vá sentir falta do velho mas se o novo me oferece mais oportunidades eu me pergunto, porque não?

É verdade também que como todo ser humano deixei algumas pendências para resolver este ano, são assuntos tão insignificantes que me peg…