Skip to main content

GOOD BYE

                                       “And now the end is near and so I face the final curtain…” Frank Sinatra

E eu ri quando me questionaram se 37 páginas no log seriam o suficiente para dizer algumas palavras para aqueles que por 1 ano 11 meses e 5 dias fizeram parte da minha vida. Mas poderia eu deixar-vos sem dizer algumas palavras graciosas?

“I’m not a perfect person there’s many things I wish I didn’t do, but I continue learning…” Hoobastank

Pensei que eu fosse terminar o último dia de trabalho com um sorriso nos lábios, porém de certa forma inexplicável lágrimas começaram a cair em meu papel de arte. Lágrimas de alegria, lágrimas de vitórias, lágrimas...cheias de razões incoerentes para os que nada entendem sobre a loucura de meu ser.

“Você foi... o melhor dos meus erros, a mais estranha história que alguém já escreveu...” Roberto Carlos

Há tempos que eu tento encontrar na dimensão das palavras algo que expresse o momento em que me encontro. Vou voar para o desconhecido, encontrar o ocasional, não chorar pelos feridos e nem desvalorizar o sentimental.

Construir uma história sincera nos dias de hoje, não é algo que podemos simplesmente deixar o tempo apagar. Uma grande amizade, o compartilhar dos momentos em que definimos o nosso real eu, não deve e não pode virar apenas lembrança de fim de tarde.

Escrever teorias por um momento me parece ser a parte mais fácil do dia, pois aplicá-las com convicção e eficácia seria me dar ao luxo de poder ter a certeza do que sou, do que quero e do que preciso.

I faced it all and I stood tall and did it my way” Frank Sinatra


Fico impaciente com a paciência que adquiri ao longo dos dias, como se meu subconsciente tivesse a certeza de algo que eu mesmo desconheço completamente. Faço arte nas folhas em branco sem um objetivo direto. Tento enxergar o que todos veêm, porém descobri que sou diferente demais para ver as coisas como eles.

Cada um tem um jeito de fazer as coisas, cada um marca a gente de uma forma, cada um é especial de alguma maneira. Espero que assim como eu, vocês aprendam a rir tão lindamente quanto a Srta Iervolino ou mesmo ter idéias tão fantásticas quanto o Sr. Henrique. Amar os números que nem o Sr. Thiago, mirar tão longe quanto a Srta Luiza, consertar as coisas que nem o Sr. Gilvan, cuidar de uma equipe que nem a Mamãe Carol.
Ser maravilhosa que nem a Princesa Sofia, ser doce que nem a Vanessa, fazer um café que nem a Tereza, pensar positivo que nem a Sueli, ser paciente que nem o Marcelo, ter força de vontade que nem o Rubens, ser tão leal que nem o Magno, ser uma revelação que nem o Kleber, ser safado que nem o Jairo, ser falante que nem a Jô, ser cantante que nem a Fran, ser feliz que nem o Lucas, ser retada que nem a Balbina, ser um eterno aprendiz que nem os estagiários, ser a mudança que todos nós fomos.

Obrigado, obrigado e obrigado.

Sem saber o que dizer, finalizo com quem realmente sabe se expressar em palavras:

“Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.”
Clarice Lispector

Popular posts from this blog

A Carta

Não consigo saber ainda como eu consegui passar quatro dias sem falar com você. Não dá pra saber ao certo como eu consegui aturar tanto tempo a sua ausência estando tão perto.
Dizem que não dá para entender os homens, que não dá pra entender as mulheres. Aliás, todo mundo fala tanta coisa que eu simplesmente resolvi ficar em silêncio, mudo e calado. Tento apenas ouvir a mim mesmo, quero saber o que eu realmente não entendia, o que eu realmente ainda não entendo.
Em alguns momentos da nossa vida precisamos dar um passo atrás para avançarmos dois. Meu coração quer você, mas minha razão é do contra. Acho que de vez em quando a mente se cansa de tantas desculpas.
Você não é imprevisível, dá pra adivinhar qual será seu próximo passo. Já que tudo começou por uma mensagem, acho interessante finalizar com uma carta, a sua dessa vez.
Não gosto muito de escrever, não tenho aspiração pra isso. Gosto de ler, assistir filmes, viajar para o meu mundo tão desconhecido e inexplorado pelo ser humano. Me p…

Homem Pedra

Então você me abraçou e pediu para parar o tempo. Então você se entregou e não pediu muito. Você agradeceu e não formulou desejos. Você sorriu e disse "eu te amo".
Saberia até colocar ordem nas palavras que automaticamente formam as frases se o meu coração desacelerasse diante dos ocorridos. Eu poderia ser lei em português e formar pra ti as nossas exceções. Mas deixa o tempo parado e me abraça e fica e sorri e me toca. 
Quero te sentir mais tempo, quero te sentir inteiro, quero revogar os medos e quero ignorar as circunstâncias. Desejo o vosso abraço por toda a eternidade, por nossos 5 minutos.
Eu me excitei, e não falando em termos sexuais. Eu me exaltei, me animei, me estimulei, eu me excitei. Será que entende? Será que me faço entender?
Deixa eu gostar de você. Permita-me ensinar você a gostar de mim. Esqueça as desculpas que vemos para que não haja conjugação pro "sim". Tentemos.
Eu te abracei e deixei o tempo parar. Então eu me entreguei e não quis exigir. E…

Estamos Aí

Às vezes na vida, mesmo que por 1 minuto ou ao menos 1 dia inteiro nós nos frustramos por estarmos onde estamos. É como se quiséssemos uma evolução maior ou até mais rápida. 
Nos frusta tudo. Começa uma sessão de por quês que não conseguimos explicar. Talvez seja um chamado de mudança, talvez o momento de colocar uma vírgula. Mas não é fácil nos aceitarmos 100%.
É como se aceitando isso estaríamos Ok com os erros cometidos, as decepções encontradas pelo caminho, as traições tão óbvias que nos pegaram desprevenidos. 
Deve ser tão pessoal que ao colocar pra fora faz com que isto se torne mais verdade ainda. 
Podia ser apenas um pesadelo né...é...podia...
Eu entendo...mas não quer dizer que aceite. Quer dizer que...se precisar, estamos aí !